Skip to main content

A Harmonização orofacial ou HOF, é uma recente especialidade odontológica, que foi reconhecida pelo Conselho Federal de Odontologia em janeiro de 2019. É uma área da Odontologia que vai além do sorriso, envolvendo assim a face, a pele e estruturas teciduais com terapêuticas estéticas e cosméticas. Conforme se aumenta a expectativa de vida, aumenta-se também a preocupação com o envelhecimento da pele e busca por um sorriso em harmonia com uma face equilibrada, é a atual definição de beleza e jovialidade. Vamos conhecer mais sobre essa área?

Quais são os procedimentos que englobam a Harmonização Orofacial?

Tratamentos modernos são cada vez mais promissores e trazem possibilidades de atingir equilíbrio e simetria da face, amenizar o envelhecimento e oferecer qualidade de vida. O crescente emprego desses procedimentos são justificados pelo conhecimento aprofundado que o cirurgião dentista tem a respeito da anatomia facial, e a perspectiva atual de opção por técnicas minimamente invasivas.

Entre eles, podemos citar:

  • Aplicação de toxina botulínica;
  • Preenchimentos com ácido hialurônico;
  • Aplicação de bioestimuladores de colágeno;
  1. Microagulhamento;
  2. Intradermoterapia e Skinbooster; 
  3. Lipo enzimática e mecânica de papada;
  4. Bichectomia;
  5. Fios de PDO;
  6. Peelings;
  7.  Tratamentos biofotônicos.

 

Envelhecimento facial

O processo de envelhecimento resulta em modificações nas proporções das estruturas faciais, que durante a juventude apresenta-se como uma forma de trapézio invertido, com o terço médio da face bem definido, e com o passar do tempo os contornos e o volume facial são perdidos, tornando a face com forma de quadrado, além das rugas,  manchas, alterações de textura, flacidez, sulcos, queda da pálpebra superior, entre outros.

O envelhecimento da pele é consequência de múltiplos fatores e podem ser divididos em  intrínsecos e extrínsecos, que são interrelacionados e que contribuem de forma significante para  a  manifestação  dos  principais  sinais  do  envelhecimento:

  1. Envelhecimento extrínseco: também conhecido como fotoenvelhecimento, se deve às excessivas exposições aos raios ultravioletas (UVA, UVB e luz visível), que estimulam a formação dos  radicais  livres,  e  de  outros  fatores  como poluição, tabagismo, álcool e hábitos nutricionais.
  2. Envelhecimento intrínseco: é influenciado por fatores genéticos, sendo natural e inevitável. Com a idade, inicia-se um declínio das funções vitais do corpo, a redução das renovações celulares, os déficits hormonais, a diminuição de melanócitos, a deformação das fibras elásticas e redução da síntese da principal proteína responsável pela sustentação da pele, o colágeno, resultando em uma pele mais fina, com rugas e linhas.

Aplicação de toxina botulínica

A toxina botulínica é uma neurotoxina que bloqueia a condução do estímulo nervoso e diminui o potencial de contração muscular pela inibição da ação da acetilcolina. Em Odontologia, ela começou a ser utilizada de forma segura e bem tolerada em dores musculares crônicas, associada ou como alternativa a outras terapêuticas com resultados limitados. A eficácia do bloqueio nervoso sobre a harmonização orofacial traz resultados estéticos satisfatórios  e são vistos em situações de diminuição do sorriso gengival e correção de assimetrias de músculos faciais, minimização de rugas dinâmicas e advindas da mímica facial. 

 

Preenchimentos com ácido hialurônico

O ácido hialurônico é uma substância produzida pelo nosso organismo através de células que tem função de lubrificação das articulações e evitar atrito entre os ossos, cartilagem e olhos. Foi desenvolvido como preenchedor dérmico em 1989, sendo um produto não imunológico e compatível com a pele. 

Sua permanência no organismo era de curta duração e precisou ser submetido a um processo de cross-linking com o intuito de aumentar o tempo de duração do preenchedor. Foi utilizado para rejuvenescimento facial, restauração de volume e melhora da fisiologia da pele. É um preenchedor reabsorvível temporário, com uma permanência de no mínimo de 18 meses, apresenta baixa taxa de complicações. 

 

Aplicação de bioestimuladores de colágeno

Os bioestimuladores ganharam popularidade no mercado, tendo como principal objetivo melhorar o aspecto da pele, agindo de forma ativa nas camadas dérmicas  mais profundas, além de também devolver o volume facial perdido, através do estímulo à formação de novo colágeno.

Os bioestimuladores são classificados quanto à durabilidade e a absorção pelo organismo, existindo os biodegradáveis, que tem sua absorção pelo próprio organismo, através de mecanismos fagocitários naturais, e semipermanentes, que possuem duração entre 18 meses e 5 anos. Podemos citar o ácido Poli-L-láctico (PLLA), hidroxiapatita de cálcio (CaHA), e a policaprolactona (PCL).

O mecanismo de ação da maioria dos bioestimuladores de colágeno para estimulação da neocolagênese começa com uma resposta inflamatória subclínica localizada. Uma vez injetado, as grandes partículas do bioestimulador atraem um grande número de macrófagos, linfócitos e fibroblastos. Uma cápsula é formada em torno de cada microesfera à medida em que o bioestimulador é metabolizado, resultando no aumento da deposição das fibras de colágeno pelos fibroblastos, tendo como resultado final um aumento subsequente da espessura dérmica.

I-PRF como bioestimulador de colágeno 

O I-PRF é um concentrado plaquetário líquido e específico para injeções, que é obtido através do próprio sangue do paciente. Como bioestimulador de colágeno, a matriz de fibrina tem como mecanismo de ação a promoção do processo de cicatrização através das células regenerativas e a ativação de fibroblastos dérmicos da pele, para construir fibras de colágeno e elastina.

Considerações Finais

A busca pela estética facial tem aumentado a cada dia. Dessa forma, a HOF surgiu como uma especialidade odontológica que tem por objetivo harmonizar o sorriso com a face, através da combinação de diversos procedimentos.  

Os tratamentos que a Harmonização Orofacial na Odontologia proporcionam, melhoram a qualidade da pele, com harmonia e naturalidade e na maioria dos casos, os resultados são satisfatórios.

Com crescente evolução, a sociedade apresenta-se mais vaidosa e preocupada em manter a beleza facial, mesmo o envelhecimento sendo um processo natural.

Se você é um cirurgião-dentista da área da harmonização orofacial, e deseja conhecer sobre o I-PRF como bioestimulador de colágeno, entre em contato com o time de consultores da Implantec e saiba mais.