Skip to main content
A membrana de PTFE não reabsorvível OpenTex® – TR é uma folha de politetrafluoretileno puro (PTFE) com malha de titânio, com características biológicas inertes e biocompatível com os tecidos.

A membrana de PTFE não reabsorvível OpenTex® – TR é uma folha de politetrafluoretileno puro (PTFE) com malha de titânio, com características biológicas inertes e biocompatível com os tecidos.

Você deseja oferecer aos seus pacientes o mais alto padrão de cuidado e recuperação rápida? A membrana PTFE OpenTex®-TR é a solução que você precisa. Com uma composição única de politetrafluoretileno puro (PTFE) e malha de titânio, esta inovação é a chave para o sucesso de seus procedimentos cirúrgicos.

O que torna a OpenTex®-TR tão especial? Suas características biológicas inertes e biocompatíveis garantem que ela seja totalmente segura e compatível com os tecidos do corpo. Isso significa que você pode usá-la com confiança, sem se preocupar com reações adversas.

Além disso, a estrutura superficial e porosidade cuidadosamente projetadas da OpenTex®-TR têm um papel fundamental na nutrição do leito a partir do retalho. Ela cria um ambiente que não apenas promove a neovascularização e a cicatrização dos defeitos, mas também impede a passagem de bactérias pelo interstício do biomaterial. Assim, o arcabouço cirúrgico fica protegido e nutrido, permitindo que seus pacientes se recuperem de forma mais eficaz.

Outro benefício notável da OpenTex®-TR é sua capacidade de proteger contra a migração das células derivadas do tecido gengival, assegurando que os defeitos ósseos sejam devidamente preenchidos. Além disso, sua rigidez ideal evita o colapso espontâneo, enquanto sua flexibilidade permite que ela se molde facilmente à forma dos defeitos, reduzindo as perfurações nos tecidos moles superpostos.

A Implantec Brasil está à disposição para tirar todas as suas dúvidas sobre membrana PTFE, fique à vontade para entrar em contato  com um dos nossos especialistas.

O que você precisa saber sobre essa membrana versátil e suas aplicações práticas

Dúvidas com relação à quais produtos investir para seu consultório são muito comuns dentre todos cirurgiões-dentistas. Quando o assunto são as regenerações guiadas (ósseas e teciduais), decidir entre uma membrana reabsorvível e outra não reabsorvível é o fator principal para determinar o sucesso da cirurgia. O material precisa ser biocompatível então, uma boa pesquisa é mais que bem-vinda. Afinal, seja o profissional recém-formado ou mais experiente no mercado, estar a par das inovações e poder contar com bons produtos é importante na conquista do diferencial competitivo. 

A membrana de politetrafluoretileno, ou PTFE, é um material amplamente utilizado em diversas indústrias devido às suas propriedades excepcionais. No artigo de hoje, vamos explorar em detalhes o que você precisa saber sobre essa membrana versátil e suas aplicações práticas.

Ótima leitura!

O que é a membrana de PTFE?

A sigla PTFE, significa politetrafluoroetileno. Trata-se de um material biocompatível, com características ideais, pois não apresenta reação a maioria dos produtos químicos e é inerte, capaz de resistir a procedimentos sob altas temperaturas.

Tão logo, as membranas PTFE são membranas não reabsorvíveis, constituídas por uma cadeia de carbono com dois átomos de flúor por cada átomo de carbono. Um tipo versátil de polímero sintético que pode ser utilizado em diversos campos da odontologia, dentre os principais usos, está a colocação de enxertos nas cavidades de extração, técnica muito realizada na implantodontia.

O PTFE é conhecido por sua resistência à temperatura, sendo capaz de suportar uma ampla faixa de temperaturas sem perder suas propriedades físicas. Além disso, essa membrana possui uma excelente resistência química, o que a torna ideal para aplicações que envolvem produtos químicos agressivos.

Como vimos, um material que oferece excelentes propriedades, mas destaca-se principalmente por sua alta impermeabilização, sendo muito resistente à entrada de água, o que resulta em um material firme e de longa duração.

Quais os tipos existentes de membranas

No mercado, existem alguns tipos de membranas PTFE, confira!

Não absorvíveis de politetrafluoretileno (PTFE)

Diversos estudos clínicos em implantologia foram conduzidos com a membrana PTFE, e sua eficácia foi comprovada com resultados bem-sucedidos. Devido à sua função de barreira, este tipo de membrana é capaz de preservar tecidos moles tratados com grande longevidade. Tudo graças à capacidade de rigidez para manter o espaço, o que mantém a integridade e arquitetura desses tecidos mais sensíveis.

Membrana de alta densidade (PTFE-d)

Bastante conhecida no meio odontológico como PTFE de alta densidade, a PTFE-d, é fabricada com o objetivo de eliminar a expansão dos nós e fibras. O material de composição é microporoso e impermeável às bactérias, porém continua a permitir a difusão de gases e de moléculas pequenas; por isso, pode ser usada com eficiência e previsibilidade em casos de preservação alveolar associada a enxerto ósseo.

Membrana expansível (e-PTFE)

É basicamente uma membrana altamente flexível, por isso é a preferida dos profissionais da endoprótese.  

Membrana com ou sem reforço de titânio

As membranas PTFE reforçadas com malha de titânio são usadas principalmente no procedimento de aumento de rebordo alveolar, quando há suporte estrutural horizontal ou vertical inadequado.

Membranas reabsorvíveis de colágeno, polímeros glicólicos / lácticos, etc

Membranas PTFE de colágeno reabsorvíveis, e as expansíveis membrana de teflon exigem um fechamento primário, com vistas à prevenir o crescimento de tecidos moles, invasões bacterianas e infecções no local.

Membrana de teflon

A membrana de teflon é um componente crucial da matriz óssea, pois é importante para manter a estrutura da matriz. Ela é feita de um polímero de teflon sintético, que é ótimo para resistência e flexibilidade. A principal função da membrana de teflon é a de proporcionar suporte estrutural para a matriz óssea, ajudando a prevenir a perda de forma durante os processos de movimento. Além disso, ela também fornece proteção contra lesões mecânicas na matriz óssea e ajuda a preservar a integridade da matriz óssea. A membrana de teflon, portanto, desempenha um importante papel na manutenção da matriz óssea para a saúde óssea.

Condições ideais que as membranas devem atender

As membranas PTFE devem seguir alguns padrões e propriedades para atenderem aos requisitos de funcionamento ideal proposto e para qualidade dos procedimentos odontológicos.

Sendo assim:

  • Os fibroblastos gengivais devem ser excluídos quando aplicada a membrana PTFE, isso evitará a formação de tecido conjuntivo fibroso no local;
  • A membrana deve ser isolada do tecido circundante, se estendendo 2 ou 3 mm além das margens;
  • A membrana PTFE deve proteger o coágulo de qualquer movimento de tecido próximo;
  • Caso necessário, as membranas PTFE devem seguir a estrutura do material de substituição, para evitar o desmoronamento em caso de regeneração.

Quais ocasiões usar as membranas PTFE

Quando um cirurgião-dentista remove um dente, a colocação da membrana PTFE é a técnica mais realizada para o enxerto nas cavidades da extração, pois isso tornará a cicatrização mais rápida e menos traumática possível ao paciente.

Após fazer a incisão, o alvéolo deverá ser cuidadosamente irrigado com solução salina para receber a membrana e a sutura.

O próximo passo é recortar a membrana e fazer uma pré-sutura, então pontos deverão ser realizados para obter a fixação necessária.

Depois de algumas semanas, a membrana é retirada de forma prática e fácil, para evitar contaminação, e o processo é sem a intervenção de anestesia.

Com sua utilização há redução do tempo cirúrgico, o que, consequentemente, reduz também o tempo de recuperação, pois garante o crescimento rápido da goma revestida e assim, a cicatrização se dará no tempo previsto.

A grande vantagem em relação às membranas PTFE não reabsorvíveis, sem dúvidas, é a possibilidade de evitar procedimentos mais invasivos e complexos, por suas características impermeáveis às bactérias e estrutura para permanecerem expostas na boca.

Como usar membrana de PTFE?

O uso de membranas de PTFE (politetrafluoretileno) em procedimentos cirúrgicos é uma técnica específica que requer treinamento e experiência adequados. Aqui estão as etapas gerais de como usar uma membrana de PTFE em cirurgias regenerativas, como procedimentos de enxerto ósseo ou regeneração periodontal:

  1. Avaliação do Paciente:
    • Avalie a condição do paciente, incluindo a saúde geral, história médica e odontológica, e a área específica que requer tratamento.
  2. Planejamento Cirúrgico:
    • Realize uma avaliação radiográfica adequada para entender a extensão do defeito ósseo ou gengival.
    • Planeje a cirurgia, determinando o tipo de procedimento necessário, como enxerto ósseo, regeneração periodontal ou elevação do seio maxilar.
  3. Preparação do Local:
    • Durante o procedimento cirúrgico, crie um acesso adequado à área a ser tratada, o que pode envolver a elevação de retalhos gengivais e a exposição do osso subjacente.
  4. Enxerto ou Regeneração:
    • Realize o enxerto ósseo, se necessário, ou outros procedimentos de regeneração de tecidos.
    • Posicione a membrana de PTFE sobre a área a ser tratada de forma a cobrir completamente o defeito ósseo ou gengival.
    • Fixe a membrana no local, geralmente com suturas ou dispositivos de fixação cirúrgica apropriados. Certifique-se de que a membrana esteja firmemente fixada para evitar movimentação.
  5. Selamento Adequado:
    • Feche o retalho gengival com suturas, garantindo que a membrana de PTFE permaneça protegida e bem posicionada.
    • Certifique-se de que não haja vazamentos de ar ou líquido entre a membrana e o tecido circundante.
  6. Cuidados Pós-Operatórios:
    • Instrua o paciente sobre os cuidados pós-operatórios, incluindo higiene oral, dieta e medicação prescrita.
    • Programe consultas de acompanhamento para monitorar a cicatrização e a integração da membrana.

Aplicações e benefícios

Uma das principais aplicações da membrana PTFE está na área de filtragem. Devido à sua estrutura microporosa, ela é capaz de reter partículas sólidas e contaminantes, permitindo que apenas o fluido desejado passe através dela. Isso a torna adequada para aplicações em filtragem de ar e líquidos.

Outra vantagem da membrana PTFE é a sua capacidade de repelir líquidos, incluindo água e óleo. Essa característica torna-a útil em aplicações que requerem proteção contra umidade e respingos, como revestimentos impermeáveis, roupas de proteção e equipamentos eletrônicos sensíveis.

Além disso, a membrana PTFE é amplamente utilizada na indústria de semicondutores, devido à sua alta pureza e resistência à contaminação. Ela pode ser empregada como uma barreira protetora em dispositivos eletrônicos, garantindo um desempenho confiável.

Outro aspecto importante a destacar é a flexibilidade da membrana PTFE. Ela pode ser moldada e adaptada para diferentes formas e tamanhos, permitindo sua aplicação em uma variedade de produtos e dispositivos. Sua versatilidade também se estende à combinação com outros materiais, como tecidos, para criar produtos híbridos com propriedades únicas.

Conclusão: Membrana PTFE

Em resumo, a membrana PTFE é um material notável com uma ampla gama de aplicações e benefícios significativos. Sua resistência térmica, resistência química, capacidade de filtragem, repelência de líquidos e flexibilidade a tornam uma escolha ideal em muitos setores industriais.

Se você está buscando soluções de filtragem eficientes, proteção contra produtos químicos ou barreiras impermeáveis, a membrana PTFE pode ser a resposta. Sua capacidade de melhorar o desempenho e a confiabilidade de diversos produtos é inegável.

Portanto, se você está interessado em explorar as possibilidades oferecidas pela membrana PTFE, não deixe de pesquisar mais sobre suas propriedades, aplicações e fornecedores confiáveis. Invista no conhecimento e aproveite ao máximo as vantagens dessa membrana versátil.

A membrana OpenTex®-TR é a escolha perfeita para profissionais que buscam resultados cirúrgicos excepcionais. Promova a cicatrização mais rápida, proteção eficaz e recuperação sem complicações para seus pacientes. Não deixe essa oportunidade passar e eleve seus procedimentos cirúrgicos ao próximo nível com a OpenTex®-TR!

A Implantec Brasil está à disposição para tirar todas as suas dúvidas sobre membrana PTFE, fique à vontade para entrar em contato  com um dos nossos especialistas.

Para mais atualizações do mundo odontológico, produtos e muito mais, siga a Implantec nas redes sociais e acompanhe os próximos temas na aba Conteúdo’.