Skip to main content

A tecnologia da piezoeletricidade é uma grande revolução na odontologia moderna. Essa técnica utiliza instrumentos elétricos que permitem um corte mais preciso e seguro dos dentes, além de favorecer a cicatrização e recuperação dos tecidos. A piezoeletricidade já é utilizada no tratamento de diversas patologias, como periodontite, implantes dentários e cirurgias delicadas. Com essa tecnologia, os procedimentos odontológicos se tornam mais eficazes e menos invasivos, proporcionando mais conforto e segurança para os pacientes.

A evolução da técnica

A piezoeletricidade surgiu em meados do século XIX. Os materiais piezoelétricos possuem uma estrutura cristalina especial que permite a conversão de energia mecânica em energia elétrica. O Piezo é um ultrassom cirúrgico criado pelo cirurgião Tomaso Vercellotti em 1988 e este dispositivo foi desenvolvido a fim de superar as restrições às limitações da instrumentação tradicional na cirurgia óssea oral pela modificação e melhoria da tecnologia ultrassônica convencional.

Piezocirurgia

O Piezoeletricidade/Piezo possui uma engenharia específica sendo baseado na modulação das pontas ativas através de uma vibração ultrassônica com frequência média de 29 quilohertz (kHz), permitindo um corte mais seletivo e preciso apenas em estruturas ósseas mineralizadas, preservando tecidos moles, além de propiciar maior segurança no trabalho e menor dano ao tecido adjacente.

Como resultado das frequências específicas de vibração, as osteotomias piezoelétricas são mais precisas e menos danosas aos tecidos moles, pois sua frequência de vibração corta apenas tecido mineralizado cessando sua atividade ao se aproximar do tecido mole, o que proporciona um campo cirúrgico com maior hemostasia, menor desconforto pós operatório, menor edema, dor e processo inflamatório devido a preservação de vasos e nervos, muitas vezes comprometidos ao utilizar instrumentais cirúrgicos convencionais ou brocas.

As vibrações oriundas do motor são amplificadas e transferidas para a ponta ativa da peça de mão, a qual quando aplicada com ligeira pressão sobre o tecido ósseo, resulta em um fenômeno denominado de cavitação (efeito de corte mecânico que ocorre exclusivamente em tecido mineralizado), permitindo osteotomias em osso cortical altamente mineralizado. Por conta de sua atividade vibratória a ponta ativa gera calor, e deve ser irrigada constantemente com água de injeção.

Aplicações

A piezocirurgia tem sido amplamente utilizada em várias áreas da odontologia, entre elas:

  1. Expansão da Crista Óssea Alveolar; 
  2. Instalação de Implantes Dentários; 
  3. Lateralização do Nervo Alveolar Inferior; 
  4. Osteotomias diversas; 
  5. Cirurgia ortognática; 
  6. Distração Osteogênica do Osso Alveolar; 
  7. Coleta de Osso Autógeno; 
  8. Levantamento de Seio Maxilar; 
  9. Cirurgias parendodônticas;
  10. Cirurgias ressectivas periodontais 
  11. Exodontia de terceiros molares. 

Também é aplicada em outras especialidades médicas, como neurocirurgia, cirurgia ortopédica e cirurgia maxilofacial. É importante ressaltar que a piezocirurgia é uma técnica especializada que requer treinamento adequado por parte dos profissionais de saúde. Os benefícios e a aplicação da piezocirurgia devem ser avaliados caso a caso, levando em consideração as necessidades e condições individuais de cada paciente.

 

Piezoeletricidade: Vantagens

  1. Precisão no corte proporcionada pela micro oscilação da peça de mão; 
  2. Corte seletivo efetivo no tecido ósseo mineralizado e proteção do tecido mole;
  3. Grande variedade de pontas ativas as quais permitem a seleção da mais adequada para cada procedimento; 
  4. Sítio cirúrgico livre de sangramento oferecendo uma excelente visualização do campo operatório;
  5. Cicatrização óssea mais rápida em comparação ao uso de instrumentos rotatórios.

Alguns autores já destacaram uma melhoria no processo de remodelação óssea pela técnica de piezocirurgia quando comparada à técnicas convencionais com fresas ou brocas.

O osso autógeno, recolhido pelo equipamento, contém células mesenquimais vitais que se diferenciam mais rapidamente em osteoblastos, promovendo osteogênese mais ativa e acelerando a osseointegração. Também reduz os danos aos osteócitos e demais células e promove uma maior quantidade de células vivas em enxerto do tipo autógeno, sendo a técnica cirúrgica com a utilização do Piezo é mais eficaz no estímulo osteogênico.

 

Piezoeletricidade: Considerações Finais

O Piezoeletricidade/ Piezo ultrassônico é um dispositivo seguro e eficaz para a realização de procedimentos cirúrgicos na odontologia, devido a proteção aos tecidos moles, melhor hemostasia, diminuição do ruído e vibração, diminuição do estresse e medo do paciente, minimização de danos a estruturas nobres. Portanto com todas essas vantagens, o Piezo promove uma melhoria na resposta biológica dos tecidos abordados durante a cirurgia.

Se você é um cirurgião-dentista que deseja elevar seus resultados e a técnica cirúrgica,  entre em contato  com o time de consultores da Implantec Brasil , que irão indicar o melhor e único equipamento Piezoelétrico do mercado, garantindo tecnologia e precisão de corte.