Skip to main content

O levantamento do seio maxilar é um procedimento cirúrgico que visa a correção de problemas estruturais do rosto. Ele pode ser usado para corrigir uma variedade de problemas, incluindo o desvio do septo nasal, a perda óssea do seio maxilar e a falta de suporte para os dentes. O levantamento do seio maxilar pode ser feito por meio de uma incisão no lábio superior ou na gengiva.

Mas como saber o melhor momento para usar este procedimento? Veja neste artigo.

O que é cirurgia de levantamento de seio maxilar?

O levantamento do seio maxilar é um procedimento cirúrgico odontológico muito comum,  e seu objetivo é aumentar o volume vertical da maxila e assim, posteriormente, possibilitar a instalação de um implante na região enxertada. 

Mas, afinal, o que são seios maxilares? São duas cavidades localizadas nos ossos da parte central da face, próximas as laterais do nariz e logo acima dos dentes, que possuem a aparência de uma pirâmide. Para maior familiaridade, é nela que comumente ocorre sinusite (inflamação dos seios nasais).

Essa região se comunica tanto com o nariz quanto com os dentes e é preenchida por ar e delimitada por uma membrana fina, a chamada membrana sinusal (ou membrana de schneider); e é essa membrana que é ‘levantada’ durante o procedimento, a fim de liberar espaço para o enxerto ósseo. 

Conheça mais a fundo sobre: Membrana de schneider e descubra o tempo de regeneração da membrana de schneider .

Quando essa cirurgia é indicada?

O levantamento do seio maxilar é indicado quando o volume ósseo da região superior da maxila é insuficiente para a reabilitação por implante dentário. Nesse sentido, essa cirurgia só se faz necessária quando a implantodontia é indicada para a área superior da boca. Sendo uma excelente alternativa para pacientes que tiveram perda dentária, sem reposição por longo período, e estão impedidos de realizar implantodontia devido à reabsorção óssea.A reabsorção é um processo de redução do tecido ósseo que acontece, por exemplo, após uma exodontia e pode chegar a 25% por cento no primeiro ano, aumentando gradativamente com o passar do tempo. Basicamente, o organismo nota a falta de estímulo ou pressão mastigatória em determinada região e interrompe o envio de nutrientes, provocando a reabsorção do osso.

Como o tecido ósseo é fundamental para implantar uma prótese dentária, o levantamento do seio maxilar é o procedimento mais recomendado, nesses casos.

Outras situações nas quais o levantamento do seio maxilar pode ser indicado:

  • qualidade e volume ósseo insuficiente;
  • atrofia de maxilar superior;
  • altura óssea limitada, na parte inferior da boca.

Como é feita a cirurgia de levantamento do seio maxilar?

O passo um da cirurgia de levantamento do seio maxilar é uma pequena incisão na parte lateral da gengiva anestesiada a fim de atingir o tecido ósseo. A partir da incisão, uma janela no tecido é aberta, chamada-se flap.

Em seguida, o cirurgião-dentista abrirá uma janela óssea para ter acesso ao seio maxilar, para assim, alcançar e deslocar a membrana sinusal de modo a liberar espaço verticalmente e, enfim, preencher com uma determinada quantia de enxerto ósseo, em altura suficiente para fixar o implante posteriormente. O processo costuma ser tranquilo e rápido.

Com o adendo de que o tamanho de um implante varia entre 7mm e 15 mm de altura.

Para a realização desse procedimento, o dentista deve, preferencialmente, utilizar o motor piezo elétrico, por sua tecnologia patenteada que corta apenas tecidos duros, não lesionando em caso de contato com tecidos moles, como por exemplo a gengiva ou a membrana sinusal. 

Um diferencial que garante maior segurança e controle durante o procedimento evitando intercorrências, como o rompimento da membrana sinusal. 

Na falta deste, nada impede que a cirurgia seja realizada com o motor odontológico tradicional.

“Para minimizar e possibilitar a reabilitação na região posterior de maxila, podemos usar duas técnicas de levantamento do assoalho do seio maxilar: a abordagem através da confecção de uma janela óssea na parede lateral e a abordagem via alveolar. A escolha da técnica a ser utilizada, será baseada na estrutura óssea residual remanescente e no quanto de levantamento do assoalho será necessário… Ler mais

Acompanhe a seguir o procedimento da cirurgia de levantamento de seio maxilar em video.

Contra indicações do procedimento de levantamento de seio

A cirurgia de levantamento de seio maxilar é contraindicada nos seguintes casos:

  • Doença periodontal e/ou má higiene oral;
  • Lesões periapicais;
  • Fumantes;
  • Grávidas;
  • Doenças sistêmicas não controladas;
  • Tratamento de radioterapia e quimioterapia realizados há menos de 6 meses;
  • Rinite alérgica agravada;
  • Quistos ou tumores de elevadas dimensões no seio maxilar;
  • Sinusite maxilar ativa e recorrente.

Cuidados no pós-operatório da cirurgia de levantamento do seio maxilar

Apesar de ser tranquilo e não provocar dores fortes, como toda cirurgia, o levantamento do seio maxilar exige alguns cuidados básicos a fim de evitar infecções e complicações no pós-operatório. Confira:

  • Evitar fazer pressão no local;
  • Nunca assoar o nariz;
  • Se sentir vontade de espirar, não prender, espirrar livre;
  • Não fazer sucção forte com canudo;
  • Tomar a medicação corretamente;
  • Evitar esforço físico e sol por 72 horas;
  • Utilizar compressa de gelo.

Esse último cuidado é útil especialmente para aliviar o inchaço, uma reação muito comum nos pacientes, já esperada devido à movimentação nas cavidades.

Como a cirurgia é feita na parte lateral da gengiva, o incômodo durante a mastigação é pequeno, pois os pontos não ficam na região de contato. Entretanto é importante manter a temperatura gelada ou fria nos primeiros dois dias e optar por texturas mais moles e fragmentadas, para ficar livre de machucados.

Pode haver complicações na cirurgia de levantamento de seio maxilar?

Segundo estudos, a cirurgia de levantamento do seio maxilar é pouco complexa e bastante utilizada na implantodontia, porém é necessário atenção especial à anatomia da face, cuidando para que não haja contato entre o biomaterial e a cavidade. Assim, os riscos de infecção ou perda do enxerto são ainda mais minimizados.

Entre as possíveis situações estão: perfuração da membrana, dor, formação de fístula, hemorragia, osteomielite, sinusite, deiscência da ferida, tontura, sangramento nasal, dor de cabeça, infecção e abscesso residuais.

Entretanto, ressaltamos que essas complicações acometem apenas cerca de 2 a 5,6 % dos casos.

Vale destacar que o biomaterial deve ser de qualidade e ter procedência confiável, a Purgo Biologics é referência no mercado na fabricação de biomateriais para regeneração óssea, com enfoque na matéria-prima de origem porcina.

Um substituto ósseo natural que chega a atingir cerca de 98,8% de biocompatibilidade com o DNA humano; obtendo resultados até 3 vezes mais rápido em comparação com convencionais comercializados.

Uma matéria-prima de qualidade, com melhor osseaintegração, que garante maior previsibilidade cirúrgica e permite reabertura mais rápida para assim, inserir o implante dentário num curto espaço de tempo.

Quer garantir matéria-prima de qualidade para sua cirurgia de levantamento de seio maxilar? Converse com seu médico na consulta pré-operatória e questione qual biomaterial ele costuma utilizar. Você pode, até mesmo, solicitar o uso de Purgo Biologics em seu procedimento.

Ficamos por aqui! Saiba que estamos à disposição, fique à vontade para entrar em contato e tirar as suas dúvidas com um especialista. Vem conhecer melhor o mundo dos implantes!